Viagens ao Inconsciente


12/11/2009


Pelo não

Por onde entras em mim:

Pelas portas que esqueço abertas

Todas as vezes em que não te vejo

Sempre que não te ouço

No que eu não te sei

Nos escapes da tua língua

Se me tinges a pintura tua cor

No que eu descido

No que eu dispenso

Se viajas

Se me esqueces

Vens em minha direção

 

Escrito por nelson barroso às 12h05
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Perfil

Meu perfil
BRASIL, Sudeste, NITEROI, Homem

Histórico