Viagens ao Inconsciente


23/10/2009


Eu só

não entendo

o tempo que passa

Tão lentamente a cada dia

Se acumula

denso e tanto

No calendario de mim

 

E eu morrendo

eterno num momento

Vivo

Se te amo

Entretanto

Tão pouco penso

Já que até

te respiro

Escrito por nelson barroso às 14h40
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Perfil

Meu perfil
BRASIL, Sudeste, NITEROI, Homem

Histórico