Viagens ao Inconsciente


18/04/2008


quando meus olhos são apanhados

nesses dias semi-tério

e no outro fizer ver

um entre-terro

não assusto

solo acima algum canto

funesto riso de alegria

meus amigos espelhados

nem vêem meus dentes

nos aços

que mordo de amar

a cada dia

Escrito por nelson barroso às 18h45
[ ] [ envie esta mensagem ]

17/04/2008


exterco agora sou

mas

antes de morrer movia saber

por que concedeste amor?

agora, passas por mim

por dentro de mim

satisfeita flor

Escrito por nelson barroso às 13h37
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Perfil

Meu perfil
BRASIL, Sudeste, NITEROI, Homem

Histórico