Viagens ao Inconsciente


10/01/2007


chorando de desejo

nem sou eu marnofundo

daqui sozinhonáufrago patéticosóbrio

amarcela de água

entornodesenho a ti

desenharuma a uma em movimentosincroniasempar

imperativo desejotoque

sobra no meu bioar

moscas, cascas, sobras, resíduos de sonhos

se não acordo mais cedo

afogo sem te amar

Escrito por nelson barroso às 23h36
[ ] [ envie esta mensagem ]

07/01/2007


intensidades

busco em suas ruas

cujos os nomes são poesias

lares sem números

praças nuas

sedutoras esquinas

perfumes na brisa

amar assim

sem fim

Escrito por nelson barroso às 16h22
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Perfil

Meu perfil
BRASIL, Sudeste, NITEROI, Homem

Histórico